SENDO CASTRADO EM SUA PROPRIA CASA

Por F-cairo

Venho em meu primeiro post falar sobre CASAMENTO

Bem vamos começar.

Como homem, eu sou contra o casamento . Antes de todos vocês burros, idiotas começarem trançar suas fitas de conscientização, permita-me explicar, embora eu realmente não de a mínima, porque todo mundo na internet é um cara durão e, a verdade seja dita, na vida real eu poderia lutar contra todos vocês, ao mesmo tempo com as mãos amarradas atrás das costas e as minhas calças para trás. Então foda-se.

O casamento é errado.

Minha mãe é uma grande mulher. E durante uma de minhas conversas anuais com ela, o tema do casamento veio a tona . Antes de qualquer um de vocês espertos perguntarem,o por que de eu estar falando sobre casamento com minha mãe . Quero deixar claro que isto não é da conta de vocês . E mais claro ainda que não tenho intenção de me casar.

Continuando ...Durante a conversa, ela me disse que uma amiga dela estava preste a se casar, e que ia empurrar o irmão dela pra cima da irmã feia do noivo.

Filha da puta, pensei. Elas fizeram isso de novo.. Mulheres e sua obsessão louca com o casamento, agora querem as ruínas do santuário do casamento para todos os homens.
Nós homens sabemos que casamento 99% das vezes é = game over.

Quando os Estados Unidos decidiu que a escravidão era injusta, eles não fizeram todas as pessoas brancas de escravos, simplesmente pararam. E no casamento é a mesma coisa.

Eu quero todos vocês "progressistas" e "igualitários" e "outras bichas diversas" sentem-se, calen-se, e pensem no seguinte, durante dez segundos: nem todos querem se casar. E logo em seguida pare pense sobre isso. Nem todas as pessoas na terra consideram o casamento a cura para todo o mal que o aflige.

Homem nenhum que se casar.

Em todo relacionamento, há uma pessoa que quer se casar e outro que não. Essa é a natureza das relações. Existe uma pessoa que é forte, independente, e tem histórias legais e frases de efeito, e há uma pessoa que é uma cadela,sanguessuga procurando uma desculpa para te domesticar. Essa desculpa é chamado de casamento. Em todo relacionamento, há um ganha-pão e um comedor de pão. Há alguém que veste as calças e alguém que usa um cinto de castidade. Há um homem e uma outra pessoa.

Obviamente, tem de haver um homem. Mulheres não têm relacionamentos. Elas resumem relacionamentos em um jogo de xadrez, aonde elas são as rainhas, divas, perfeitas, que nunca erram e você é um cuzão de merda que sempre é culpado de tudo.
Para quem ainda quer se casar não fique bravo comigo “ Pois eu não ligo _I_”


Meu ponto de vista contra casamento é simples

, 1. Não seje tratado como um cão.

As mulheres tentam nos enganar e tratar os homens com cães desde o início dos tempos.
Elas compartilham as responsabilidades de 2 formas.
-Se deu tudo errado, e seu filho cresceu um bosta sem cérebro maconheiro ladrão, a culpa é do pai que não esteve presente.
- Mais por outro lado se corre tudo certo, elas conseguem pagar as contas, cuidar da criança etc, são guerreiras, e o pai em questão é um lixo filha da puta, que nunca serviu pra nada, e que era um puta mal exemplo.

Percebemos assim , que ao contrário do que dizem, as mulheres sempre vêem você homem como lixo, independente da situação, seje você um bom homem “ BABACA”. Ou seje você um babaca realmente, elas tem opinião formada sobre você e são cruéis.


2. Juntos e felizes para sempre

O passatempo preferido das mulheres, durante séculos tem sido vomitar isto na sua cara na hora do casório, enquanto se matam de rir por dentro e te chamam de babaca.

Há boas razões para não viver juntos. Poupar dinheiro. Economize tempo não tem que acorda todo dia com a mesma pessoa. Tenha liberdade, etc.
Viver junto é como se torna um imã que atrai somente besteira e brigas . É uma arena de luta, aonde quem leva é so você, a menos que seje do tipo cachorrinho de madame que aceite tudo.

3. Abandonando seus amigos.

Depois do sagrado matrimônio se prepare você irá para lua de mel como “ CONAN O BARBARO” e voltara “ LÉCI, AQUELA CADELA DOS FILMES “
Ai se prepare para dizer pros seu amigos, que não tem tempo pro futebol, para a cerveja, e tantas outras coisas, e de a desculpa de que é apenas muito trabalho, se iluda e viva um fudida vida.

Casamento é igual areia movediça, você so tem uma opção ou pula fora ou afunda, não há meio termo. Não importa o que você pensa ou o que diz, nele a mulher é a lei.

4. Trabalho, Trabalho e mais Trabalho.

Sua vida se resumira nesta pequena palavra “ TRABALHO” , você irá se dedicar como um animal, para dar tudo a ela, enquanto você puxa a carroça, ela monta encima e te chicoteia.
Você irá reduzir sua vida ativa sexual a quase 0 %, e com isto estará apenas bancando, os fetiches, e fins de semanas em boates, pousadas e hotéis caros, que ela passará com o amante, usufruindo do seu TRABALHO.


Conclusão.

Casamento é sim um grande saco de merda, aonde você apenas vai se dá de mais, e não receberá nada em troca. Você pode até pensar que não é assim, mais é.

Na época de meus pais, ou dos seus avós pode até ter dado certo, pois o homem da relação era homem, e não uma mulher. Mulheres cuidavam da casa e dos filhos, faziam janta, e esperavam o marido chegar em casa, para lhe dar sexo, “afeto e carinho”. Elas temiam a traição por saber, que trair era igual a assinar sentença de morte.

Já hoje , vivemos em um mundo de cagões, que são diariamente humilhados e castrados em suas próprias casas. Sendo impedidos muitas vezes de ver até a própria mãe.


Como meu sabio pai me disse : Para se beber um copo de leite nao se precisa comprar a vaca.

Até a próxima .

OLODM - Pergunte ao Mestre Ice - 4ª parte

Qual a diferença entre O Masculinismoeo maschismo?

O machismo é aquele preconceito ancestral de q mulher é um ser inferior ao homem em todos os sentidos. O machismo considera o homem como um ser superior à mulher, acha q o homem é dono e senhor da vida de sua mulher, fazendo com ela o q bem entender e q ela não pode ter voz ativa p nada.
É o pensamento retrógrado e ultrapassado de q a mulher não é um ser humano completo, como acontecia em Roma, e por isso não era cidadã.
É tratar a mulher como se não tivesse alma (como algumas civilizações antigas), ou considerá-la inferior até mesmo a um animal (como os judeus pré-Cristo faziam, pq p eles o animal ainda tinha a vantagem de auxiliar no trabalho do campo ou fornecer alimentos, o q foi corrigido por Jesus, mas as feministas histéricas fazem questão de ignorar). Tratar a mulher como coisa ou como propriedade.
E o pior é q tais idéias não tem fundamento, mtos se apóiam até mesmo em questões religiosas (deturpadas) para (tentar) justificar tais pensamentos.

O machismo deve ser combatido implacavelmente tanto qto o feminismo.

O machismo é uma mácula na vida e na honra de Homens de verdade, pq foi o machismo q originou os abusos, os casos de espancamento, mutilações, assassinatos, torturas, crueldades e demais tratamentos desumanos e degradantes sofridos por mulheres (como um caso q fiquei sabendo q o cara obrigava a esposa a dividir a cama com a amante e ele dormia no meio das duas, se achando O cara. Se abrisse o bico (qualquer uma das duas) era espancada.

Isso não é papel de homem, isso é coisa de um ser inferior, é coisa de macho e não de um Homem honrado.
O machismo é dogmático e fundamentalista, machistas são fanáticos e subdesenvolvidos (mental e psicologicamente).
Machistas não conseguiram romper com seu lado animal e continuam escravos da irracionalidade e, via de regra, são matrixianos.
Machistas são inseguros, incapazes de atrair e manter uma mulher interessada por seus atributos masculinos, então recorrem à intimidação e ao terror.  

O masculinista é totalmente diferente.
Além do q eu já disse, pode-se acrescentar q o masculinista não vê a mulher como algo inferior, mas tb não a enxerga como um ser superior ou divino, nem a venera como o fazem os manginas e os matrixianos. Não comprou o lixo midiático de q a mulher é o ser supremo e perfeito.

O masculinista vê a mulher como uma igual e exatamente por isso, sabe q ela tem perfeitas condições de assumir as responsabilidades por seus atos, por isso tb não concede regalias ou privilégios especiais, dividindo com ela tanto os direitos qto os deveres. Sabe punir e sabe recompensar.
O masculinista vê a mulher como um complemento seu, embora possa viver mto bem sem ela, pois se livrou de qualquer resquício de dependência (coisa q o machista não fez, pq ele continua dependente de mulher e escravo de boceta).
O masculinista entende q existem papéis diferentes para cada gênero e que ambos se completam. Se assim não fosse, o homem não seria 50% mais forte do q a mulher nos membros inferiores e 80% mais forte nos membros superiores, tampouco dar à luz seria privilégio feminino, o q as feministas imbecis tb insistem em ignorar, pq elas acham q TUDO é imposição social do patriarcado.

O masculinista não se apóia em mulher e nem deposita nela as esperanças de sua felicidade ou sucesso, pois sabe q depende apenas de si próprio.
O masculinista tem orgulho de ser homem, mas não considera nada e nem ninguém inferior a ele mesmo.
O masculinista desenvolve e aprimora sua liderança natural e a mulher acaba aceitando-a sem imposição, pq o verdadeiro líder atrai e cativa, ele conquista a liderança e não a usurpa, o comando é entregue a ele e não tomado à força. Ele comanda pelo exemplo, seu discurso é coerente com sua conduta, ele é honrado.
A mulher entende q a família está em boas mãos e por isso não tem medo de deixar as decisões nas mãos dele.
Ela é quem fica insegura e com medo de perdê-lo, pq sabe exatamente o q vai acontecer se pisar na bola. 

 Ice, Meu pai trocou minha Mãe, que é uma mulher Honrada e que ajudou ele crescer, por uma Piranha mãe solteira em final de carreira . Devo continuar trocando idéia com ele, ou agir na indiferença. Ou ignora-lo Por completo?

Tu já se colocou na pele do teu velho ou já conversou com ele sobre isso?
99,99% dos homens (comigo incluso), tem a tendência de endeusar a mãe. Só q tua mãe é mulher e mulher tem seu lado obscuro.
Mtas mulheres são ótimas mães e péssimas esposas, minha mãe é um exemplo.

Matrimônio é um assunto complexo e ninguém, nem mesmo os filhos, sabem o q acontece entre quatro paredes.
Um exemplo é o sexo, q cai absurdamente tanto em qualidade qto em quantidade.
Pode ser teu pai, mas continua sendo homem e homem tem necessidade de meter. Se tua mãe parou de dar p ele (algo comum, mas q os filhos nunca ficam sabendo) eis um motivo importante p azedar o casamento.
Quem passa fome em casa faz o q? 

 Além disso, castidade não é atestado de honradez, casar virgem não significa q a mulher é honrada ou decente, não é pq a esposa nunca chifrou o marido q ela é santa e o cara é crápula.
Não estou dizendo q foi o q aconteceu na tua família, mas é bom conhecer os dois lados da moeda antes de tirar suas conclusões.

Independentemente disso, a treta é entre teu pai e tua mãe e tu não tem nada a ver com isso.
Meu conselho é: se teu pai cuidou de vc, merece teu respeito e tua consideração.
Tu pode discordar e deixar claro p ele q não concorda, mas q vai continuar respeitando-o pq ele é seu pai e q vai respeitar a nova mulher por pura consideração a ele.
Tu não tem q virar amiguinho da esposa dele, nem mesmo socializar com ela, mas por uma questão de boa educação e consideração com teu velho, trate-a com educação, polidez e só.
Só não acho q seja certo abandonar um pai q sempre te sustentou só pq ele pisou na bola com a tua mãe. Errar é humano e todo mundo erra.
Por outro lado, no momento propício pode meter a real (com jeitinho, tem q treinar mto p estar preparado qdo o momento chegar) e tentar tirá-lo da matrix, ele pode enxergar a real e vazar com a piranha. Quem sabe até colocar a vida nos trilhos, se reconciliar com tua mãe e encarar o casamento mais preparado? Tudo é possível.
Como pai te digo: não existe dor maior do q ser privado da convivência com os filhos.

OLODM - Pergunte ao Mestre Ice - 3ª parte

ce, você que trabalha no campo do Direito, qual é sua visão geral sobre o Brasil?
Vale a pena mudar de país ?


O Brasil é uma merda.
Ingressei no ramo jurídico com uma visão utópica, alimentada pela ideologia e ingenuidade da juventude.
Conforme passei a atuar como um operador do direito foi que me deparei com a dura e triste realidade.
Para começar, direito, justiça, igualdade, democracia e república são palavras presentes apenas na Constituição Federal, pq na prática, não existem.
Basta olhar à sua volta, onde está a igualdade? a justiça? o direito?
Juízes e promotores estão preocupados apenas com o próprio rabo, é um jogo de egos do C-A-R-A-L-H-O, um querendo ser mais que o outro.
Pasmem! outro dia ouvi que um promotor foi p o julgamento pronto p pedir a absolvição do réu, pq estava convencido que o cara era inocente. Só que, no decorrer do julgamento, acabou batendo boca com o advogado do réu e, para punir o advogado, pediu a condenação do réu. Ele foi condenado e pegou nem sei qtos anos de cadeia. Isso é justiça? Um promotor desses tinha que ser suspenso com um cabo de aço, de ponta cabeça, pelos bagos, numa moita de capim seco e atear fogo no capim, deixando só uma faca com o cara, se quiser se salvar já sabe.

Juiz que não está preocupado em produzir provas num processo, só permite que as provas que confirmem sua decisão sejam produzidas, para impedir que a sentença seja reformada no tribunal.
Isso fora a malandragem, a corrupção e as falcactruas.

E não pensem que os advogados estão fora da ciranda, um mais sem vergonha que o outro, hipócritas, desonestos, compactuam com as ilegalidades e com as pilantragens dos clientes.
Se tu não mentir, não consegue ser advogado hoje em dia.
É como querer nada com roupa branca num lamaçal e não se sujar.

Democracia é outra piada.
O povo não tem nem o que comer, acham que tem condições de saber o que é melhor p si?
O resultado está ae, um governo populista de merda que só faz entregar bolsa família.
O q será do Brasil daqui 50 anos, com esse bando mamando nas tetas do governo?
E que porra de democracia é essa, se vc só pode votar nos caras que eles querem?
Não existe voto livre, continua sendo voto de cabresto, eles colocam os caras lá e tu tem que escolher entre o ruim, p péssimo e o horrível.
Certa vez ouvi um político dizer que eleição se ganha de madrugada (distribuindo cesta básica e pagando conta de luz e água dos pobres).
Não conheci um único político que estivesse preocupado com o povo, todos estão preocupados consigo mesmos.

República é outra piada, Estado Democrático de Direito é lindo de ouvir, pena que não é o Brasil.
São ilegalidades sobre ilegalidades, absurdos sobre absurdos.
Ao invés de investirem nas causas da criminalidade, ficam com discursos demagogos e hipócritas, sempre atacando as consequências.
Com relação à criminalidade, o que acontece no Brasil é que dão remédio p febre, mas não atacam a infecção com antibióticos.
Acabando a infecção, acaba a febre, mas isso não interessa, pq se a infecção acabar, acaba a plataforma política de frases de efeito e promessas de soluções.

Não investem em educação pq um povo educado é crítico e essa cambada de filhos da puta não se reelegerão se o povo aprender a pensar.

Agora, sobre mudar de país, não sei se vale a pena.
Nunca morei fora, então não sei como é lá fora.

ICE.. o que e masculinismo para vc? , o que e a real, oque acha do ''movimento da real''???

Masculinismo é um movimento para ACORDAR os homens, para resgatar os valores do homem nesta sociedade que trata tudo que seja masculino como infantil, degradante, sujo, ignóbil, estúpido, grosseiro, ridículo e estúpido.

Isso precisa acabar, pq o homem sempre carregou o mundo nas costas e está na hora de se lembrar disso.
O problema é que a lavagem cerebral foi tão eficiente que os próprios homens acreditam que eles são a escória da humanidade.
Os homens se sentem culpados e sequer sabem o motivo de sentir tanta culpa.
O masculinismo é um movimento voltado ao resgate masculino, a levar os homens de uma forma geral, mas principalmente os mais jovens, a não sentir vergonha de ser homem, mas, pelo contrário, ter orgulho de sua condição e seu gênero.

É resgatar conceitos antigos que sempre motivaram e sustentaram a sociedade, como honra, respeito, orgulho, responsabilidade, cumprimento dos deveres, integridade, honestidade etc.

Hoje em dia não temos mais homens, temos um bando de bundinhas frescos, afeminados, mais mulheres do que homens, que para se adaptar a um discurso mentiroso se moldam ao que as mulheres e a sociedade dizem que o homem deve ser e ficam perdidos, sem um modelo ou padrão p se espelhar.
São viadinhos que se depilam, que fazem as unhas, a sombrancelha, que pintam o cabelo, fazem luzes, colocam brincos e piercings etc, etc, etc.

Não sou contra nada e não julgo ninguém que faça qualquer coisa, quer dar o cu? problema teu, o cu não é meu mesmo.
O que me fode é o cara fazer por imposição dos outros e não pq ele quer.
Se tu QUER, vá lá e faça, mas fazer por pressão externa é o cúmulo da manginisse.

 O movimento da real é um pouco diferente.

Seria um vertente do masculinismo, só que voltada aos relacionamentos entre homens e mulheres.
O objetivo do movimento da real é desmentir inverdades que foram inseridas em nossas mentes desde a mais tenra idade.
É alertar e abrir os olhos sobre a realidade dos relacionamentos.
É quebrar alguns tabus e desmistificar alguns mitos que prejudicam o homem e o impedem de enxergar a realidade.
Hoje vemos mtos homens depressivos e infelizes pq se esforçaram para ser como a mídia e as mulheres disseram que ele deveria ser, com o objetivo de ter um relacionamento onde fosse feliz.
No entanto, o resultado foi o contrário do que ele esperava, ele se tornou infeliz e seus relacionamentos nunca deram certo.
Mesmo os relacionamentos longos são fontes de estresse, sofrimento e amargura.
E o cara se desespera pq sempre jogam a culpa sobre ele, mas ele não consegue entender o que está dando errado, pq está se matando p (tentar) agradar sua companheira.

Qdo ele pensa que está tudo bem e que está acertando, ganha um pé no rabo ou um par de chifres.
O movimento da real consiste e desfazer o mito de que as mulheres são lindas, perfeitas, sublimes, divinas, angelicais, perfeitas, carinhosas e mostrar que elas são tão humanas, depravadas, sem vergonhas, cretinas, vadias, estúpidas e crueis, quanto os homens.

O objetivo do movimento da real (e do masculinismo) não é falar mal de mulher, como muitos ignorantes pensam e nos acusam, tampouco tratá-las como seres inferiores, incapazes, menores ou menos importantes que os homens.
Mas lançar luzes sobre a realidade que acontece nos relacionamentos, provar que os homens não são tão cretinos qto se alardeia por ae e que as mulheres não são tão santas como querem fazer crer.

Para ser um homem de verdade e se dar bem nos relacionamentos, tu precisa ser masculinista (que não deve ser confundido com machista) e saber o que verdadeiramente te espera num relacionamento.

OLODM - Pergunte ao Mestre Ice - Continuação

Ice, minha namora disse q me ve como amigo e não sente atração por mim, ela disse q luta contra isso e não consegui, o q faço!? 


@Gerrard





Porra, pq tu faz perguntas já sabendo a resposta?
Mermão, demorou p botar p andar, sou meio categórico mesmo e penso q mulher é igual biscoito, tu come uma e vem dezoito.
Sabe como faz p um bambu q está torto para o lado direito ficar reto?
Vc dobra ele totalmente p lado esquerdo.

O lance ae é q rolou uma acomodação, tua guria disse q te vê como um cara sem pinto e tu deixou por isso mesmo.
Se da primeira vez q ela tivesse falado isso tu já tivesse chacoalhadado o bambuzal, o negócio seria diferente.

Vamos p lado prático da coisa:
Se fosse EU (não estou dizendo p ninguém fazer nada, cada um é dono de seu nariz, só estou dando MINHA opinião), terminaria imediatamente esse namoro e iria atrás de outras vadias.
Duas coisas irão acontecer: ou tua namorada vem atrás dizendo q se enganou, q tu é foda etc; ou vai desencanar, arrumar outro cara e pronto.
Cara, ficar sozinho é melhor do que ficar numa situação como essa.
E os teus brios? E tua honra? E tua dignidade? E tua masculinidade?
Foram parar onde? tu enfiou no cu?

Por outro lado, tu precisa de uma segunda opinião, pergunte a alguém em quem vc possa confiar e q sabe q será sincero se a tua postura transmite virilidade.
Se responderem que sim, é frescura da guria, se responderem q não, o problema é contigo e tu precisa dar um jeito de mudar o comportamento.

Agora imagina se acontece de tu casar com essa guria. É chifre ou divórcio com 99,9% de certeza.

É possível uma esposa ser honrada e satisfazer um marido como eu?

O conceito de mulher honrada não está ligado ao q a mulher faz ou deixa de fazer com seu MARIDO durante o sexo, vai muito além.
Havendo consentimento velho, vale tudo. Tem guria que até curte isso.

Acho totalmente possível encontrar uma mulher honrada, fiel e decente, mesmo com essa vontade de fazer coisas indecentes com ela.
O q vale é se ela é honesta, fiel, cumpre suas obrigações e não seja puta.
Não é pq a guria dá o cu, por exemplo, q ela é puta, o q a torna puta é a quantidade de homens para quem ela deu o cu (e as demais coisas) e a facilidade com que isso acontece.

Mas, embora possível, não acho q será fácil.  

As mais novinhas prendem na matrix mais facil que as mais velhas?

Não é a mulher que te prende na matrix.
É você mesmo quem se prende.
Uma maior ou menor facilidade decorre do seu grau de apaixonamento.

Se o cara é fissurado em peito grande, é 1000 vezes mais fácil ele cair em jogos de uma guria peituda.
Idem com relação a coxas, bunda, cabelos, beleza, guria mais nova, mulher mais velha etc.

Acontece q se é uma guria q não cumpre aquele requisito que o cara considera fundamental, ele não liga de perdê-la, então é mais difícil ser vítima dos jogos.
Por outro lado, o cara tem medo de perder aquela guria que tem a característica que o sujeito tanto preza, ele tem receio de não encontrar outra à altura e, consequentemente, se torna uma vítima dos jogos mentais e acaba aceitando humilhações só p não perder a mulher.

O importante é se imunizar contra a matrix, é entender e internalizar que uma mulher é uma mulher e não ter medo de perder nenhuma.

Do ponto de vista objetivo, acho que mulher mais velha manipula de maneira mais fácil, pq tem mais experiência. 

gostaria de saber sua opinião sobre o marriage strike

Sou pró casamento, não dá p se falar em resgate dos princípios sem colocar a família em primeiro lugar.
Mas casamento é coisa séria e deve ser bem pensado antes, o cara deve saber o que esperar e avaliar mto bem a noiva (e a si mesmo) antes de assumir o compromisso.

Acho q daria mto mais resultado se os homens simplesmente se recusassem se relacionar com vadias manipuladoras. Não precisa fazer campanha p não casar ou p não namorar etc.
A questão é a lei da oferta e procura, o produto se adequa ao gosto do consumidor.
Se tu vai comprar um carro e não tem o modelo ou cor q vc quer, a tendência natural é o cara escolher outro carro ou esperar até chegar algum que satisfaça suas exigências certo?
O problema é que com mulher os homens não usam esse critério de escolha e acabam se relacionando com qualquer porcaria.

Fazendo uma analogia grosseira, pode-se dizer que as mulheres são os produtos que nós consumimos. Se mesmo agindo da forma como agem, o produto tem uma boa aceitação no mercado (relacionamentos, namoros e casamentos) pra que mudar?
Por outro lado, se os consumidores (nós) nos recusarmos a nos relacionar com vadias, micareteiras, piranhas, mentirosas, manipuladoras, promíscuas etc, vai ocorrer uma mudança natural, o produto irá se adaptar ao gosto do consumidor para voltar a ter aceitação.

O que acontece na relação homem e mulher é uma adaptação ao contrário.
Como os homens são escravos de boceta, aceitam qualquer merda de mulher na esperança de dar umazinha.
Acaba que o consumidor está aceitando produto defeituoso.
É como se vc chegasse numa concessionária p comprar um carro e o vendedor te empurrasse um fusca 69, no valor de R$ 50.000,00 e tu comprar sem reclamar.  

tu achas que mulher consegue amar ou se apaixonar?

Claro que sim, mas, como regra geral, a mulher ama mais a prole, se ela tiver de escolher entre um filho e o marido, sem pestanejar ela vai escolher o filho.
P o homem a mulher é vista como um objetivo em si mesma, o cara casa pq quer ter uma esposa.
Já a mulher vê o homem como um meio para alcançar outras coisas, tais como: estabilidade, conforto, proteção, filhos, alguém p sustentar os filhos etc.
Isso não significa q a mulher seja incapaz de amar, ela só ama de forma diferente.

É mais ou menos como a questão do sexo.
Quem diz que mulher não gosta de sexo não entende porra nenhuma de mulher.
Mulher gosta de sexo sim, mas de uma forma totalmente diferente dos homens.
Digamos que mulher gosta de sexo assim como uma pessoa normal gosta de sorvete, ou seja, acha gostoso, as vezes até sai de casa p tomar um etc, mas se ficar seis meses sem tomar não faz diferença.
Sexo p mulher é assim, além do fato de q o contexto sexual p elas é mais importante do que o ato em si, elas curtem as preliminares, a sedução, o clima criado em volta do ato, p elas a penetração é totalmente secundária.

Gibi da REAL! Vol. 3



Não leu o 2?!  Leia agora! (clique aqui)


Gibi da REAL! Vol. 3














Gostou?! Comente! 

OLODM - Pergunte ao mestre Ice

Minha pergunta: Ice, se uma mulher é cristã e quer casar virgem, deve-se aceitar? Aceitar e não ir tentando sexo não pode fazê-la ver o cara como provedor ao invés de reprodutor?




Cara, eu respondo com outra pergunta:


É possível um cara dizer q é honrado tendo comportamentos desonrosos?
É possível uma pessoa dizer q é honesta quando frauda, sonega, furta etc?

Se a guria quiser casar virgem (desde que seja realmente virgem, conforme explicarei abaixo), na MINHA opinião, o cara tem duas escolhas:
1) aceita e namora com ela sem forçar a barra;
2) pula fora.

Um cara não pode dizer q é defensor da moral e dos bons costumes se estimula a putaria.
Pq a verdade é essa, quem come uma virgem antes do casamento só está contribuindo para a putaria generalizada q assola o mundo.
Depois reclamam que não tem mulher decente, q só tem puta, q todas são rodadas etc, mas qdo encontra uma virgem o cara não sossega enquanto não a coloca na roda das vadias.
Logo, há uma contradição entre o q os caras dizem e o q fazem.

Por outro lado, o q vc entende por virgindade?
Pode parecer q não, mas é uma questão deveras importante, pq não é só pq a guria nunca deixou um pinto penetrar em sua boceta ou pq tem o hímem intacto q ela é virgem.

Se pegou, chupou, punhetou, esfregou, lambeu, deixou o cara pegar, chupar, lamber ou esfregar os peitos, a bunda ou a boceta, não é mais virgem, é só uma hipócrita querendo pagar de santa.

Virgindade também não é atestado de honestidade.
Outras questões devem ser avaliadas, a virgindade deve ser esquecida, o q vale é o comportamento da guria, como ela se relaciona com os pais, se respeita a mãe e, principalmente, o pai, se é prendada, se cozinha, se cuida da casa, se faz jogos mentais, se é dissimulada, interesseira, mentirosa etc.

A maneira como ela vai te enxergar não depende de vc comê-la, depende de como se comporta.
As pessoas te vêem da maneira como vc se mostra. Se tu se mostrar um provedor, ela te verá como um. Se te mostras como um búfalo, assim ela o verá.

Outro aspecto importante é avaliar se a virgindade é uma opção ou se é falta de oportunidade, pq tem mta guria q só é virgem por falta de oportunidade de dar (ou aquelas q só dão o cu pq querem casar virgem).
Depende tb do comportamento da guria, se ela é toda assanhadinha e fica atiçando, só mostra q é uma filha da puta q está usando a virgindade p jogar contigo.
Se ela fica com um monte de caras, apesar de não dar p nenhum, tb já é um indício de caráter duvidoso.
Se ela já namorou um monte de caras idem.

Também tem q ver se a questão virgindade é algo presente apenas no teu namoro com ela ou se é algo q ela impôs a todos os caras q se aproximaram com intenção de namorar.
Se é só contigo, pode ficar esperto pq tem caroço no angu.
Se ela se esfregava e se derretia toda pelo vocalista do grupo de louvor, coloca tua barba de molho.
Agora, se ela sempre foi séria com todos, simpática porém sem dar espaço para certas brincadeiras inconvenientes, então é de se pensar q pode valer o investimento.

Além disso, se a guria é cristã e o cara tb, sexo antes do casamento está totalmente fora de cogitação, exceto se forem cristãos de conveniência, q só seguem o q querem, pq o cristianismo proíbe sexo antes e/ou fora do casamento.
No mais, p avaliar bem uma mulher, leia Provérbios 31. 

Mulheres vs Cultura

Por Garou

Primeiramente, gostaria de esclarecer alguns pontos:

Aqui estou me referindo a jovens mulheres, e não as balzacas. E principalmente a mulheres atraentes, que são as que nós homens mais nos interessamos.

Após analisar o comportamento de diversos exemplares do gênero feminino, eu percebi uma completa aversão à cultura, a todas as informações e artes que acrescentam algo ao ser humano. Me parece que, numa objetividade deveras tacanha, as jovens mulheres apenas querem saber do que podem "lucrar" em cima. Seguem exemplos:

Quando mulheres se interessam por música, é apenas para dar em cima do roqueiro que tem banda, do pagodeiro que faz a alegria das pessoas, do brega que vive cercado de mulheres, do forró que aumenta seu ego despertando o desejo de homens, do funk em que rebola até o chão com os cafajestes marginais... Enfim, nunca pela música em sim, mas pelo status e lucro que pode obter.


Literatura, mesma coisa! Muito usada pelas feminazis para argumentar suas besteiras, romances imbecis que prega a submissão do homem, e qualquer lixo literário que esteja na moda. Mas uma boa literatura, densa, de qualidade, elas não chegam nem perto! Só se forem para posarem de intelectuais, mesmo não tendo entendido nada!

Acabou o tempo em que as mulheres se esforçavam para ter conteúdo, serem agradáveis ao marido! No tempo da minha mãe as mulheres aprendiam a tocar piano, e várias outras coisas para serem pessoas melhores e com mais conteúdo! Agora aprendem a esnobar na balada, rebolar até o chão e dar em cima de quem tiver "no topo".

Tempos negros esses que vivemos!

Teoria dos rituais de acasalamento

Por Cleiton


Quando eu era pivete, eu peguei o final daquelas músicas dos anos 80, quando tinha Scorpions e cia., Legião Urbana ainda era moda, e pagode tocava mais do que funk carioca hoje em dia. Cresci ouvindo música, e quando começou aquelas merdas de modinha de É o Tchan (que na época chamava Gera Samba) eu tinha uns 12 anos.

Antes sempre tinham festinhas feitas entre os moleques e as meninas da rua (ninguém ficava em casa porque não tinha absolutamente nada pra fazer), e como eu era um moleque burro criado sem pai, não sabia nem tinha coragem de dizer um simples oi pra qualquer coisa com cabelo longo.

As meninas vestiam aqueles shortinhos de deixar a gente de pau duro e iam rebolar na boca da garrafa, e era sempre um ritual: tocava bastante eletrônica ("dance"), depois as meninas pediam "gera samba", depois que dava umas 3 horas da manhã tinha a sessão "música lenta": tocava rocks românticos e "alexandre pires"/similares, e os casaizinhos iam se formando pra dançar.

Ok, a parada é a seguinte: SEMPRE reparei que em festas, boates, barzinhos, quermesse, qualquer aglomerado de gente, é basicamente a mesma coisa. A música controla o ambiente, as mulheres se vestem para ficarem como mercadorias em vitrines, e os homens sempre são como lobos caçando elas.

Mas depois de tanto tempo eu reparei que na verdade algo mudou, as mulheres estão cada vez MAIS EXIGENTES. Eu sempre fui um falho que não sabe porra nenhuma, mas sempre estive observando e vendo as coisas acontecerem. Antes elas iam nas festas curiosas, miravam um carinha que queriam, ELAS TAMBÉM ESTAVAM NA CAÇA. Só que depois de veteranas elas passaram a sentir outro prazer, o prazer de inflar o próprio ego DIZENDO NÃO PARA O MÁXIMO DE HOMENS POSSÍVEL. Elas se elevam rebaixando os homens da festa e procuram o alfa do lugar, e se oferecem para ele, estando ele sozinho ou não.

Eu acho que disso (quase) todo mundo já sabe, mas eu já explico onde quero chegar.

A questão é a parte de "mulheres em vitrine" e "homens caçando". Existe uma falha grotesca aí. Eles ACHAM que estão caçando, mas não estão caçando PORRA NENHUMA. São pobres coitados se arrastando para vagabundas que se divertem vendo eles se humilhar. Ants eram poucas as malditas que faziam isso, era possível achar gente interessante em boates, mas hoje isso é tão raro que dou um conselho para quem ainda vai nesses lugares querendo mulher: MULHER DE BALADA NÃO É MULHER, ABSOLUTAMENTE TODAS SÃO VAGABUNDAS ATÉ QUE SE PROVE O CONTRÁRIO.

Eu disse que é raro, não que todas realmente sejam. Mas deve-se lembrar disso porque agora, depois de tanto tempo esses ambientes amadurecendo um tipo de "sub-cultura",elas sabem que os caras vão lá procurando mulher fácil, os caras sabem que é isso que eles vão encontrar, e mesmo que haja uma única que preste ali no meio, você já está no lugar errado procurando esse tipo de coisa.

Vamos aos estilos de ambiente.

Barzinho de sertanejo: já repararam que MERDA que são as letras de sertanejo? Me refiro a QUASE TODAS, desde aquelas de 50 anos atrás e mesmo essas de viadinhos tocando em duplas hoje em dia. É música de HOMEM SE FODENDO E SOFRENDO POR CAUSA DE MULHER, ou no mínimo ELEVANDO A MORAL DELAS. O ciclo vicioso está no fato de ser um ambiente feito para elas, e os IDIOTAS vão onde elas estão. Se fizer um ambiente que chame homem mulher não aparece, mas FESTA MULHER PAGA METADE.

Funk carioca: eu respeito muito mais do que sertanejo, sabe porque? Porque pelo menos não tem letra fazendo lavagem cerebral, puxando saco de mulher. O negócio é "rebola vagabunda" e "mexe essa bunda que eu to chegando por trás". Não denigre, não exalta. Mulher que vai e dança essas coisas dança porque gosta, rebola sem medo e pronto, não fica pagando de coitadinha.

O resto eu não conheço muito bem, além das festas de rock que eu fui na maior parte da minha vida, e onde eu via de tudo, desde gente fraca e idiota se arrastando por causa de mulher quanto gente boa de tudo que é jeito, mas o ambiente, o local da festa e a música não ajudava descaradamente.

Aprendam a identificar esses ambientes. Depois tome a postura correta diante deles. Se no lugar está cheio de betas manginas que ficam se humilhando por causa das vadias, escolha entre sair dali ou se for do seu gosto, aja diferente dos betas e dê para as vadias o que vadias merecem. Mas saiba que esses ambientes exaltam o feminismo só para manter os betas gastando dinheiro com elas.

Quem ainda duvidar, faça o teste. Entre em uma "balada" dessas, mesmo se você for alguém que não pega ninguém, mesmo que seja um beta. Leve um pouco a mais de dinheiro e mantenha whisky no seu copo. Sim, meus caros, elas te identificam de duas formas: o carro que você chegou e a bebida que você pede. Sente com cara de fodão em um lugar não muito cheio nem escondido, aproveite seu whisky e fique olhando as vagabundas CHEGAREM EM VOCÊ.

Caso não goste de testar a forma como a sociedade te trata de acordo com esses detalhes, ou não seja de aparecer demais, então FUJA DESSES AMBIENTES. Faça cursos, vá a teatro, lugares onde as pessoas vão sem que seja por modinha, ou lugares onde as pessoas vão para fazer algo de ÚTIL. Isso é o mais óbvio para fugir de pessoas INÚTEIS.

Mulheres e a criminalidade

Por Rus


Até antes de conhecer os blogs da Real, e estar na matrix eu sempre pensei nessa teoria que vou relatar agora.
Na minha opinião o maior castigo que um homem pode ter na vida é ser despresado pelas mulheres, ser invisível, não ter nada nem sequer migalhas para se satisfazer, eu digo isso pois já sofri muito com essa "invisibilidade" e sei como é terrível.
Todo marginal tem uma mulher, seja ele traficante, ladrão, estuprador(sim até eles), usuários de entorpecentes... Todos enfim tem uma mulher, mesmo porque o homem sem uma mulher não tem auto estima para fazer nada, quanto menos cometer um crime.
Então a coisa funciona assim, as mulheres dão apoio involuntários a todos os criminosos do Brasil, se um dia elas deixassem de dar bola para marginais em geral, ignorando TOTALMENTE todos eles, teríamos somente crimes cometidos por pessoas com distúrtbios psicológicos, pois duvido que um homem que não tivesse nenhuma mulher, e não fosse nem sequer notada em momento algum por elas teria condições psicológicas para cometer algum crime.

POR QUE A DEMANDA POR MULHERES É MAIOR QUE OFERTA?

Por Fernando



Em resposta à postagem:

Os criterios de selecao e recompensa sao elevados pq elas tem um valor de mercado mt mais alto que o dos homens, nada mais logico.

Fernando respondeu:

Não. Os critérios de seleção e recompensa são """elevados""" (na visão dos ingênuos que não conhecem a verdadeira natureza da mulher) ao mesmo tempo que eles só existem porque as mulheres são (nas palavras de Schopenhauer) "filistéias incuráveis".

Taí a melhor definição do que é ser mulher:

"A palavra filisteu, no sentido não histórico, refere-se à pessoa deficiente na cultura das Artes liberais, um oponente intolerante do boêmio, quem exibe um código moral restritivo, desapreciador das ideias artísticas.

A partir do século XIX, na Europa, a palavra "filisteu" passou a designar pessoas de comportamento acovardado, que têm ojeriza por questões políticas maiores, não valorizam a arte, a beleza ou o conteúdo intelectual e satisfazem-se com o cotidiano da vida privada pacata e confortável. O filisteu não seria adepto de ideais, mas apenas de propostas práticas passíveis de serem contabilizadas em melhorias para sua vida privada imediata. "Filisteu da cultura" é um conceito criado pela intelligentsia alemã do séc. XIX e recebeu análise filosófica de Nietzche em Primeira Consideração Intempestiva."

E ainda:

Filistinismo é uma expressão depreciativa usada para descrever uma atitude particular ou conjunto de valores. Uma pessoa chamada de filistéia (de maneira relevante) é apontada como alguém que despreza ou desvaloriza a arte, beleza, os conteúdos intelectuais, ou valores espirituais. Filisteus também são tidos como materialistas, e favorecem valores sociais convencionais sem pensar, assim como formas de arte que tem um fácil e baixo apelo (por exemplo: kitsch *)

* Termo de origem alemã usado para categorizar objetos de valor estético distorcidos e/ou exagerados, que são considerados inferiores à sua cópia existente. São freqüentemente associados à predileção do gosto mediano e pela pretensão de, fazendo uso de estereótipos e chavões que não são autênticos, tomar para si valores de uma tradição cultural privilegiada.


Os homens são capazes de olhar através das coisas porque tem uma capacidade de raciocínio muito superior que a da mulher, e conceitos fáceis de serem assimilados não fogem à nossa compreensão, já as mulheres nunca se distraem com pensamentos abstratos ou firmam suas idéias em nada, nunca olham pra um quadro por ex. e enxergam algo que não esteja lá, só ligam pra detalhes como o cheiro da pintura ou o tamanho dele. O que explica, é claro, porque nenhuma mulher foi capaz de conseguir (e construir na história da humanidade) nada até hoje sem ajuda de um homem. 

O amor da mulher é sempre utilitarista. E por não serem criaturas racionais elas nunca vão amar um homem pelo que ele é mas pelo que pode proporcionar ou por detalhes subjetivos (filistinismo).

Nunca uma mulher vai querer "dar" ou ficar com alguém (por exemplo) porque aquela pessoa tem bom caráter ou valores, ou porque está interessada nela, e sim pelas "emoções" que ela pode proporcionar, pela inflada de ego que pode trazer, ou algum fator obscuro aí.

E mais: todas as mulheres sempre se fazem de vítimas e a dissimulação é inata em TODAS. Sempre encontrarão justificativas pra tudo, e mentir (até pra elas mesmas) é tão natural quanto respirar.

Não existe mulher sincera, jamais acreditem em uma palavra que uma mulher diz, e sim nos seus atos. São pessoas delirantes, instáveis emocionalmente, em maior ou menor grau.

Já é de conhecimento de todos que mulher tem baixo desejo sexual. Mulheres não gostam de sexo e ponto final.

Se precisam de estímulos adicionais pra gostar (ter algum status, como ser bandido, rico, ter amigas interessadas nele, ou ainda colocar uma melancia no pescoço) então não gostam ou se excitam diretamente.

Podem ver que quando uma mulher descreve suas fantasias ela se preocupa mais com lugares exóticos ou algum detalhe que despertou alguma emoção nela no meio de tudo...

Ou seja: o homem não importa e jamais importou no final das contas. Vocês não importam, independente de serem ricos, pobres, brancos, negros, que tenham feito doutorado ou só concluído o ensino fundamental, que tenham feito academia ou estejam alguns quilos acima do peso. Vocês são levados pela mídia e pelas mulheres a acreditar nessas mentiras.

Por isso, deixem de ser manipulados como gado e acordem, encarem os fatos.  

Gibi da REAL! Vol. 2

Gibi da REAL! Vol. 2

Por Robson.
Postado Originalmente na Comunidade Mulher Gosta é de Homem Babaca.

 









Algumas questoes pertinentes

Por Dr. Mandrake no forum, http://silviokoerich.forumeiros.com.


Texto que aborda algumas das mais populares perguntas sobre como agir em um relacionamento.




 A barriga "sarada" do homem auxilia a atrair as mulheres sexualmente?

Sim, mas não por motivos estéticos, como todo mundo imagina, e sim pelo significado social. A mulher não é vulnerável à estética e sim aos indícios sociais de poder. Se você possuir uma barriga hiper-sarada mas for um molengão carente, assediador, submisso e chorão, as verá fugindo rapidamente de você.



Então, por que a barriga "sarada" do macho atrai sexualmente as fêmeas?

Por que indica disposição e dinamismo. Uma barriga redonda sugere indolência e preguiça (mesmo que a pessoa não seja assim) ao inconsciente feminino. Além disso, a barriga chapada é enaltecida pela mídia, o que eleva o status de quem a possui.



Minha mulher não faz comida para mim ou, quando o faz, é com muita má vontade. O que faço?

Não tente obrigá-la a mudar. Ao invés disso, aceite essa resistência e a oficialize, tornando-se independente dela para se alimentar. Então, quando ela te oferecer comida, recuse amigavelmente. Se ela protestar, devolva: "Estou somente fazendo o que você sempre quis: livrando-a de cozinhar para mim". Se isso não a fizer compreender que fazer comida é um ato de amor, nada mais fará.



Minha mulher não gosta de viajar e nem de passear comigo. O que faço?

Não tente forçá-la a sair, faça o contrário: proíba-a de sair com você. Torne-se independente dela para sair e se divertir. Além disso, quando você sair, ordene a ela que não te telefone (essa recomendação é somente para os casos em que elas não ligam e não o contrário), afirmando que você estará muito ocupado. Crie, por todos os meios possíveis, um ar de mistério e não dê dicas que possam solucionar as dúvidas. Caso ela proteste, jogue na cara: "é você mesma que não gosta de sair comigo, então porque está achando ruim?" Assim você devolve as consequências.



Minha mulher não me dá carinho, o que eu faço?

Não lhe dê carinho também e nem lhe solicite. Mude sua forma de falar, eliminando todos os tons de voz apelativos e suplicantes. Pare de confidenciar segredos e de lhe contar novidades, deixe de ficar entusiasmado quando a ver. Quando ela finalmente tentar manifestar um carinho, aceite com uma leve resistência, quase recusando. Não polarize na frieza e nem na afetuosidade, traga a situação para o meio, para o ponto de equilíbrio, porém com uma pequena pendência para o lado da frieza.



Minha mulher detesta sexo comigo, o que faço?

Procure-a mais uma vez, para que ela te recuse. Passe então ao pólo oposto e não a procure mais. Não toque mais no assunto e espere, espere, espere e observe. Depois de um tempo, ela deverá procurá-lo.
Se isso não funcionar, diga: "Somente me procure quando estiver louca de vontade, antes disso não." Espere e observe.
Se isso também não funcionar, crie um suspense no ar, provoque dúvidas: deixe um fio de cabelo longo e loiro aparecer em sua roupa, números de telefones suspeitos no celular, arrume amigas bonitonas e coisas assim.
Se isso funcionar e ela te procurar, faça um bom trabalho de homem (sexualmente falando). Se nem isso funcionar, então considere o pior: pode haver outro macho na parada.



Minha mulher me traiu, o que faço?

Em primeiro lugar, se acalme. Tire todos os pensamentos ruins da cabeça. Lembre-se que, se você fizer algo contra ela ou contra o amante, irá arruinar a própria vida, além de manchar imagem do nosso gênero masculino. Afaste-se até a cabeça esfriar.
Depois, caso queira se vingar, arrange uma mulher bem mais bonita e desfile perto das amigas e parentes dela. Isso mesmo, as amigas são o ponto fraco. Se possível, namore com a melhor amiga que ela tiver. Essa é uma boa vingança e é muito melhor do que arruinar a própria vida, não acha?
Além disso, mude de conduta, aperfeiçoe-se, melhore diariamente como pessoa e, principalmente, como homem. A espertinha deve entender que fez uma grande besteira ao trocá-lo, pois você é melhor que o idiota que ela arrumou, compreendeu?
Lembre-se: como são seres fofoqueiros, as amigas e parentes sempre levarão até ela as informações que você transmitir. Use isso em seu proveito.


Por que elas nunca dizem claramente que NÃO nos amam ou, se o dizem, não agem em acordo com tal afirmação?

Porque, se o fizerem, provocarão em nós uma transformação interior oriunda da certeza, o que modificará totalmente os nossos sentimentos, permitindo que nos adaptemos à realidade. O desejo da continuidade fica frustrado quando a mulher liberta um homem de seu feitiço. Oculte a realidade de uma pessoa e ela não poderá se orientar.



Por que a mulher quer prender eternamente o homem pelo desejo?

Porque, por este meio, mantém um escravo emocional eternamente disponível, ao qual poderá recorrer em momentos de necessidade, inclusive na velhice. O homem preso pelo desejo é uma garantia futura de refúgio.



Mulheres gostam de homens bonitos?


Sim, para mostrar para as rivais (o que não signfica que ela se sinta atraída sexualmente).



Mulheres gostam de homens fortes fisicamente?

Sim, para trabalhar para elas e para dar proteção (o que não significa que elas queiram algo mais que isso).


Mulheres gostam de homens apaixonados?

Sim, para serem seus escravos (o que não significa que ela permitirá a aproximação dos infelizes).


A beleza física masculina é um fator decisivo para prender a mulher ao homem?

Não. Imagine um homem fisicamente perfeito mas com uma conduta submissa, covarde e nada viril e então me diga se você acha que, ainda assim, essa mulher estará louca de paixão por ele.


Por que as mulheres fogem dos assediadores?

Porque ela não precisa fazer mais nada para atraí-los e sim para afastá-los. Além disso, também porque o assediador comunica que é incompetente para conseguir fêmeas desejáveis ("se ele não consegue nenhuma, só poder ser porque não tem nada de interessante").


Fonte: http://silviokoerich.forumeiros.com/t978-capitulo-2-livro-do-bufalo-mulheres-a-verdade-nua-e-crua

Considerações à respeito da "Matrix".



*Texto original do Blog "Elas preferem os canalhas".

Maquiavel sabiamente já disse em outra circunstância: "De fato o modo como vivemos é tão diferente daquele como deveríamos viver, que quem despreza o que se faz e se atém ao que deveria ser feito aprenderá a maneira de se arruinar, não a de defender-se."

Pois bem, com isso há de ser dito que denota falta de sensatez acreditar que haja algo real no que é definido como "A Matrix", somente porque tal idéia suscita algo de agradável à pessoa em questão e a torna feliz dessa maneira, desconsiderando todas as evidências que, por si só, anulam a possibilidade real da existência dessa Matrix, onde a mesma pessoa se mostra tola, infantil e covarde, por se esquivar da dura realidade, por mais penosa que ela seja, e resolve se apegar a uma crença ilusória e falsamente esperançosa, somente porque isso o torna mais feliz, onde tal felicidade gerada dessa forma faz com que ele associe tudo isso como uma "verdade". É sabido que a crença cega na bondade do gênero humano contribui mais para a felicidade de uma pessoa, do que a observação psicológica, benéfica em determinados casos, desse mesmo gênero. E isso também se aplica à "sociedade das mulheres". E devido à natureza mesquinha, egoísta e dissimulada dos seres humanos, que não encontram escrúpulos para destruir e aniquilar seu semelhante, se assim lhe convier, é tremenda falta de senso achar que as mulheres são seres angelicais, dispostas a te conceder todo o amor do mundo, como se elas fossem desprovidas dessa tendência mesquinha tão conhecida do ser humano, como se fossem uma entidade superior.

Mas isso é natural devido à idolatria sustentada há tempos com relação ao gênero feminino, colocando as mulheres no patamar mais elevado do gênero humano, onde isso fatalmente acaba cegando os homens para os atos mais mesquinhos, hipócritas e desprezíveis da parte delas, e qualquer um que acabe desnudando o véu que encobre o que há de mais nefasto nelas fatalmente acaba sendo depreciado e difamado no mais baixo grau, sendo rotulado como "homossexual", "mal amado", "frustrado", "ressentido", dentre outras adjetivações semelhantes, como se as mulheres estivessem além do bem e do mal, intocáveis e alheias a qualquer crítica à sua conduta, mesmo que ela seja evidentemente desprezível, onde ela utiliza de toda uma mascarada para dar toda boa consciência à toda sua hipocrisia, mascaradas e atos mesquinhos.

Quanto a tais aspectos femininos a que tanto me refiro, muitos devem estar perguntando quais são. Pois bem, de forma geral, as mulheres no geral preferem um tipo rude, viril, dominador, indômito, que seja "seguro de si", não se deixe envolver na relação, assim como não se entregar na mesma, e que não assuma fraqueza e nunca sensibilize com relação a si próprio, de modo que ela espera que o infeliz seja tal qual uma máquina ou uma espécie de super-homem(não aquele babaca de capa azul, mas sim um tipo perfeito que na realidade não existe), onde tal visão é condicionada por um sentimento moral, consolidado em muito pela patética visão romântica do herói perfeito sem fraquezas, que a fez idealizar tal tipo para si como o seu "homem de verdade", de modo que um homem com ego real, que assuma o que há de mais humano, com suas fraquezas, medos e angústias, acaba sendo visto como um rascunho ou uma imperfeição desse tipo do ideal "homem".

Caso um homem demonstre tais tendências, e de quebra ainda demonstre ser sensível, afetivo, carinhoso e tudo mais(os quais são rotulados como os "bonzinhos"), acaba dessa forma gerando na mulher um sentimento de repulsa e acerbo desprezo com relação a ele, de modo que este acaba sendo visto por ela tal qual um verme desprezível, onde ela o encara como alguém encararia um enfermo repulsivo, ou seja, com profundo nojo e repulsa, de modo que ela o colocaria no ponto mais baixo e depreciativo possível, se ela não visse em tal tipo um amiguinho assexuado em potencial, que pode lhe ser útil na medida em que ele pode consolá-la quando esta é sacaneada pelo cafajeste em questão com quem se relaciona, para compensar seu ego destroçado dessa forma. Mas, assim que isso se consolida, ela logo o coloca num ponto de indiferença, e novamente se entrega ao cafajeste que tanto a humilhou e destratou. Uma forma bastante nefasta de se utilizar da bondade desse tipo de homem, eu diria.

No tocante à apreciação delas pelos "cafajestes", isso é bem natural e bastante evidente de se notar: elas o apreciam não por ele agir como tal, mas sim, por ele assumir o aspecto do "homem de verdade", mediante a uma dissimulação feita de sua parte, fazendo com que seja tido como desejável pela mulher em questão dessa forma.

Mas é sabido que os cafajestes somente são "fortes" por pouco se importarem com a mulher, onde a finalidade deles unicamente é satisfazer sua concupiscência e nada mais, pouco importando ser ou não largado por ela, pois sempre acabará partindo para outra, tal qual um parasita sempre procura um hospedeiro. Mas, no caso, é mais fácil ele largá-la, e, após a má conseqüência disso, a mulher fica chorando as pitangas e generalizando os homens, dizendo que "todos não presta", dentre outros alaridos cretinos do mesmo tipo, como se os ditos "bonzinhos" não existissem. A não ser que elas não considerem os "bonzinhos" como homens de fato, o que é bem provável.

Concluindo, se o cara realmente gosta da mulher em questão, ele não demonstra ser tão "seguro" quanto esses cafajestes, pois quem se apaixona acaba se perdendo de si muito facilmente e se deixa envolver na relação de tal modo, a ponto de manifestar intensamente seus sentimentos e assumir suas fraquezas sem qualquer receio, onde, de tal forma, não demonstra tanta "segurança" conforme ela supunha na sua pretensão cretina. As mulheres podem até querer se envolver com um tipo "seguro de si", mas que não venham se queixar de serem sacaneadas por ele depois, feito crianças arrependidas, que tocam aquilo que lhes fere, mesmo sabendo disso antes de fazê-lo.

Retomando o enfoque com relação à Matrix, pode-se dizer que não é conveniente se apegar a acreditar na efetividade dela, a julgar as inúmeras evidências que provam o quanto há de ilusório, capcioso e mendaz em toda sua concepção, o que acaba sendo uma espécie de veneno muito perigoso para os mais incautos. É preferível se ater à verdade, por mais penosa que seja, ao invés de se deixar levar por crenças e ilusões fantasiosas, somente porque elas o fazem feliz de algum modo. Poderia haver a possibilidade de se sentir feliz, mais leve e esperançoso com tais concepções, onde desfrutaria de tudo isso com todo o deleite possível, mesmo que somente de forma abstrata, como um mero devaneio da consciência, condicionado pelos seus sentimentos dessa maneira. Mas, à medida que se despreza tal realidade que há por detrás disso tudo, fatalmente ela o afeta de modo bastante brutal, e aquele que se entrega a tais concepções e a desconsiderasse acabaria por se aniquilar por completo, onde o indivíduo em questão poderia correr o risco de não ter forças para se reerguer, visto o quanto isso acaba destruindo com o âmago da pessoa.

Portanto, é mais conveniente se educar para a verdade por detrás disso, por mais penosa, dura e angustiante que ela possa vir a ser, pois assim acaba se adquirindo experiência e conhecimento suficiente para se precaver das suas más conseqüências, assim superando-as, de maneira que o impacto delas acabasse sendo amortecido dessa forma, ou até mesmo evitando as mesmas, o que lhes pouparia de toda espécie de sofrimentos desnecessários nesse sentido.

Não que não haja exceções, pois creio eu que em todo meio sempre há as ditas "anomalias" que não se enquadram na chamada ordem estabelecida no mesmo. Com relação às mulheres, creio que isso acabe chegando a cerca de 1%, numa estimativa bastante otimista.

No mais, a necessidade de um amor é algo que pouco deveriam se importar, e vejo que falta a muitos aqui chegar a um estado sublime de desprezar serem desprezados, pois, do contrário, não sofreriam tanto. Posso dizer que hoje em dia me situo nesse estado, me sendo pouco relevante viver um amor ou não, de modo que não perco meu tempo me afundando em tais crenças ou ideais. Pode até ser que exista alguma que seja uma exceção a toda essa regra e que possa vir a se interessar por minha pessoa, mas, nesse caso, ela que se vire e mostre a mim seu valor, pois obviamente não irei atrás disso. A verdade é que muitos acabaram se apegando a essa concepção de que necessitam viver um amor para se sentirem realizados, e quem se habituou a tais concepções não deseja uma vida sem elas, pois do contrário acabam se sentindo vazios e sem importância. Um erro funesto, eu diria. Mas nada que uma habituação dura e uma educação rigorosa na solidão não faça para que o indivíduo possa se libertar de tal concepção, e se tornar independente de fato. Logicamente que é necessário uma força emocional fora do comum para tal, afim de não perecer para sempre. Neste ponto faço minhas as palavras de Nietzsche: "Independência é algo para bem poucos - é prerrogativa dos fortes".

Logicamente que em um ou outro momento é natural ceder a um impulso sentimental, o qual é coagido pela chamada moral amorosa, a que fora imposta tão arduamente em nossa sociedade, onde os sentimentos morais que disso procedem acabam criando tal ordem de sentimentos, de modo que impele a cada qual a querer alguém, pois ninguém consegue ser forte o tempo todo, a ponto de conter tal impulso nefasto. Somente mulheres cretinas que se apegam à figura do "homem de verdade" acreditam nisso, que haja de fato um homem que seja indômito e forte constantemente. Mas, desde que se tenha força interior, atitude de coragem e determinação, isso pode facilmente se desvanecer, de modo que acaba sendo como um acesso de febre, que logo passa.

Creio ser suficiente.

por Medici

O teste do Biquini revela a real sobre as mulheres

Por Silvio




Elas andam gostosas por aí de sainha, shortinho colado no cu, saltinhos, decotinhos. Parecem ter coxas e bundas gigantes, parecem ser gostosissimas, de pele sedosa, linda.



Mas quando botam um bikini e são expostas a luz cruel do sol que a tudo revela...

DESASTRE!



As mulheres que tu vês gostosas na rua se porem um bikini tu verás o desastre que são. Bundas flácidas com furos monstros, lombadas e aparência murcha, pernas com várias manchas roxas, espinhas no cu, penugem na verilha com brotoejas devido o excesso de depilação com navalha, barrigas protuberantes, as costas com akelas dobras ridículas atrás.



Por isso elas tem pavor de biquini e sua auto-estima sofre um baque se é preciso sair do dia a dia com seus saltinhos, roupas da NASA etc.



Elas investem muito no cabelo também, então de roupa parecem poderosas, com cabelos gigantes e sedosos mas é porque essa é a coisa mais rápida de tratar.



Salto e cabelo são o carro chefe feminino. Elas conseguem pernas maiores e bundas maiores via salto e poderio de sedução com o cabelo. Mas de chinelinho havaianas e bikini na praia, nossa poderosa se revela apenas mais uma mulher com vários defeitos monstros no corpo e com o ego bem mais baixo e pianinho.




Não se impressionem com a beleza delas no dia a dia!

Fiquem Ricos, Prosperem Dominem!


Por Carvalho



Vou falar algo óbvio, mas muitas vezes esquecido.

No mundo de hoje, dinheiro é poder, e não poder abstrato, e sim poder concreto, poder este que nas mãos das pessoas certas podem fazer toda a diferença.

Mesmo com toda prosperidade e regalias feminias, as pessoas mais ricas do mundo ainda são homens, homens que souberam lidar com seu dinheiro.

Por isso, invistam sim no espírito, invistam nas relações sociais, mas façam da prosperidade e riqueza material um objetivo de vida.

Não há nada de errado nisso, pelo contrário, é errado relegar-se a uma vida de miséria e mediocridade.

Se continuarmos nos mantendo como o sexo com mais dinheiro e poder, de uma forma ou de outra dominaremos o mundo.

Infelizmente, o homem atual tem se assemelhado à mulher, não está enriquecendo e sim ostentando mais, compram carros, alugam casas na praia, compram roupas de marcas, tem um padrão de vida insustentável e fora da realidade.

Enriqueçam, multipliquem sua renda, não percam tempo jogando dinheiro pelo ralo, lçeiam livros de economia, livros de ajuda financeira e controle de gastos.

Não lidem com o dinhiero como vadias que acham que o mundo é um shopping gigante cheio de vitrines, o mundo é um deserto onde a água é o dinheiro, lidem com ele com sabedoria e com certeza as mazelas da vida serão bem menores e menos catastróficas. 

Não dependam do Estado, acumulem dinheiro, poupem ,e vivam de acordo com suas condições.

Podem comprar um Rolls Royce? excelente, compre, não viva com menos do que você pode manter, mas se não pode, vá de ônibus mesmo e poupe dinhiero.


Eu diria que o recomendável seria que você poupasse ao menos 50% de todo o valor bruto de todos os seus bens acumulados, ou seja, da metade que você adquire, outra metade você pupa, em pouco tempo seu valor poupado será maior do que a soma de tudo que você gasta.

Se o governo fizer merdas, você pode se imunizar melhor ou então simplesmente dar o fora.

Tudo que estou falando aqui vale para mim também, estou longe do patamar que pretendo chegar, estou aprendendo tambem camaradas. 

Moldando novos guerreiros

Por Capitão Nascimento



Boa noite senhores!!! nesses ultimos meses tem se falado muito sobre a "divilgação da real", já fizeram videos, estão escrevendo um livro, tem o canal do búfalo aonde são traduzidos exelentes videos estrangeiros e não podemos esquecer do blog do Silvio, reflexões masculinas, Nessahan Alita e etc... como dá para perceber existem milhões de maneiras de espalhar a real, o sujeito só não sai da "matrix" se ele não quiser... e esse é outro assunto muito discutido aqui, até que ponto devemos "espalhar a real"? é mesmo necessario espalhar a real? ou o individou tem obrigação de encontrar o caminho sozinho? refletindo sobre isso cheguei a seguinte conclusão: a "real" ou "a verdade" ou "a pilula vermelha" ou seja lá qual for o nome, tem sim que ser espalhada, ai entra outra questão, qual é a melhor forma de fazer isso? na marra? conversando? atravez de videos? blogs? forum? livros? sim, todas essas opções juntas são exelentes meios de convencer os homens de que eles estão no caminho contrario da natureza, que o que ele aprendeu em casa com seus pais, professores e televisão esta errado, mas nota-se que isso é apenas paleativo, nós estamos tentando tapar buracos de 1km de distancia com as palmas da mão, isso nunca vai dar certo se não atingir o mal na sua raiz, bom... agora vou entrar no assunto que eu vim falar.

Agora pouco ligou um amigo e me convidou para fazer um trabalho comunitário no morro Santa Marta, especificamente ensinar jiu-jitsu a gorotos carentes, eu achei a ideia otima, para mim arte marciais é fundamental na vida de qualquer ser humano(isso inclue mulheres tambem), ter a chance de mudar o destino dessas crianças é maravilhoso.

Pensando nisso eu cheguei a seguinte conclusão: A formaçâo de um jovem vem na infancia certo? eles aprendem mais rapido e assimilam melhor que um adulto(principalmente crianças de hoje em dia) o nosso objetivo é ajudar o maior numero de homens possiveis, né? seguindo nesse raciocinio... não seria melhor então ao invés salvar homens, tentar criar uma nova sociedade que valorize honra, respeito e cidadania? não seria muito mais eficais previnir a doença do que tentar combate-la?

O que venho propor aos senhores é que cada um de vocês procure um trabalho comunitário como esse, não precisa ser relacionado a arte marciais, se você for bom em desenho, arte plastica, educação fisica, arte cenicas, mecânica, informatica e etc... não importa o importante é fazer a diferença na vida de uma criança.

O ideal é você ter contato com o maximo de crianças possiveis, mas se você não tem tempo para fazer esses trabalhos, tudo bem... aposto que você conhece alguma criança, certo? sobrinho, priminho e etc... aproveite cada tempo que tiver com eles para propagar a "real", ensinar os valores de um homem de verdade, ter honra, respeito, educação e etc... eu sei que parece obvio mas muita gente esquece, talvez por achar que não vai fazer a diferença ou por pura preguiça mesmo.

Não perca muito tempo discutindo com adultos (homem e mulher) para eles... a real esta ai, espalhada em todos os cantos, basta ter um pouquinho de boa vontande.

É isso ai galera, desculpa se ficou muito grande o texto, mas acho que esse assunto é de extrema importancia, só para fechar queria lembrar que o aprendizado em lidar com as mulheres é só um dos processos para se tornar homens de verdade, assim como proteger os mais fracos e ldera-los tambem é.